Navegação Costeira

Navegação com GPS utilizando rotas

Publicado por Elson Fernandes em 03/01/2016 às 20h28

A Navegação se tornou bem menos trabalhosa com o advento do GPS. O importante é que no aparelho sejam instaladas boas cartas para que o navegante possa montar suas rotas de navegação como se estivesse trabalhando numa carta de papel, ou seja, tendo uma boa visualização do trecho a navegar.

A forma mais segura de se navegar utilizando o GPS é através de rotas planejadas antecipadamente, pois assim o navegador terá no decorrer de sua derrota várias informações para o auxiliarem a chegar ao seu destino. Não convém apenas navegar com o GPS sem utilização de rotas, pois ao planejar uma rota a segurança da navegação está em primeiro plano. Primeiro, grave os waypoints para em seguida criar sua rota.

Gravar Waypoints

- Para gravar o waypoint onde você está navegando basta segurar o botão ENTER e será mostrada a tela com os dados de localização. Aí você pode clicar ENTER em CONCLUÍDO, ou mover o cursor até o campo para editar um nome para o waypoint.

- Para gravar waypoints diversos na carta (mapa) temos duas opções:

a) teclar PAGE até aparecer o MAPA, e sobre o MAPA, mover o cursor até o local onde queira gravar um waypoint qualquer, por exemplo, próximo a uma ilha ou fundeadouro, e então teclar ENTER, aparecerá a localização desse waypoint (latitude e longitude), teclar MENU, e aparecerá a opção GUARDAR PONTO DE PASS.

b) Na tela do MAPA segurar o botão ENTER e editar os campos de latitude e longitude, caso já saiba de antemão, bem como o nome do waypoint.

 Criar Rotas

- Após criar os waypoints ir na página MENU PRINCIPAL para criar rotas na opção PLANIFICADOR DE ROTAS.

- Ao clicar ENTER em CRIAR ROTA, você seleciona o primeiro ponto e tecla ENTER em UTILIZE, e assim por diante. Após todos os pontos inseridos é só clicar em QUIT para sair, a rota já estará gravada.

- No PLANIFICADOR DE ROTAS você pode selecionar uma rota e terá várias opções como editar, ver mapa, eliminar, etc...

 

 

Categoria: Navegação Costeira
Comentários (3) e Compartilhar

Exercício de Navegação para Mestre Amador

Publicado por Elson Fernandes em 25/12/2015 às 17h56

A Navegação Costeira tradicional é aquela realizada por pontos observados em terra que estão representados em uma carta náutica. O Mestre Amador é o navegante habilitado a navegar até 20 milhas da costa, utilizando-se das técnicas de navegação costeira para saber determinar a sua posição geográfica. Hoje em dia, temos o GPS que facilita bastante a navegação em geral, porém, o Mestre Amador deve ser capaz de determinar sua posição e realizar sua derrota através do uso da carta náutica, régua e compasso de navegação.

Para que o navegador saiba determinar sua posição utilizando-se da navegação por pontos notáveis, ele terá que ter conhecimento de alguns conceitos básicos como: coordenadas geográficas, tipos de rumos, distância entre pontos na carta, declinação magnética, tipos de marcações, informações da carta náutica, uso da agulha magnética e alidade, navegação estimada.

Elaborei alguns exercícios utilizando a carta náutica do Lago de Brasília para trabalhar junto a meus alunos de navegação todo o conteúdo necessário para a técnica da navegação por pontos notáveis.

Durante a navegação o navegador pode determinar sua posição por diversas formas, utilizando marcações, distâncias fornecidas pelo radar, profundidades, etc. Talvez a forma mais simples seja a de utilizar duas linhas de posição obtidas por marcações de pontos diferentes observados em terra e devidamente representados na carta náutica do trecho navegado. Vamos ao exemplo:

- Navegando no sentido Raia Sul/Ponte JK o comandante marcou a ponta sudeste da ponte com marcação magnética = 113° e marcou a Ilha dos Clubes com marcação magnética = 044°. Determinar a posição geográfica do barco.

Solução

Para realizar tais marcações o navegador utilizou uma alidade de mão, ou seja, uma bússola de mão. E, supondo que essa bússola não apresente desvios, devemos transformar as marcações magnéticas em marcações verdadeiras, pois na carta iremos traçar as linhas de posição utilizando marcações verdadeiras. Para isso, temos que obter a informação na carta sobre a declinação magnética e atualizar para os dias de hoje. Após atualizar a declinação magnética, devemos fazer os cálculos para transformar as marcações em verdadeiras. Na rosa dos ventos temos a informação de que no ano de 2000 a declinação era de 19°45'W com aumento anual de 7'W. Atualizando para o ano de 2015 teremos uma declinação magnética de 21°30'W, podendo ser aproximada para 22°W.

Como a declinação magnética é Oeste, subtrairemos o valor da declinação, 22°, das marcações magnéticas, obtendo 91° e 22° respectivamente. Em seguida, traçaremos as linhas de posição referentes aos pontos citados (ponta sudeste da ponte e ilha dos clubes), e no cruzamento dessas duas linhas é a posição do barco. Determina-se então o valor das coordenadas geográficas pelas escalas de latitude e longitude.

Bons Ventos!

 

 

Categoria: Navegação Costeira
Comentários (2) e Compartilhar

center fwB||||||news login|c05 normalcase uppercase fwR|c05|login news c05 normalcase uppercase|c05 tsN normalcase uppercase|c05|content-inner||